top of page

Jaine Pereira Kochanski de 27 anos é morta a facadas em casa na frente dos filhos

Jaine Pereira Kochanski, mulher morta a facadas em casa na frente dos filhos, tinha 27 anos e era apaixonada por ciclismo.

 


O principal suspeito pelo crime é o marido dela, que teria usado as redes sociais da mulher para falar sobre o crime e morreu horas depois, ao bater o carro de frente com um caminhão na BR-153.


Segundo a PRF, o carro em que o suspeito estava invadiu a pista contrária e bateu de frente com uma carreta.


Ele morreu no local.


O caso aconteceu na sexta (05) em Ponta Grossa.


De acordo com o delegado Luiz Gustavo Timossi, testemunhas afirmaram que a mulher e o homem tinham saído de casa na noite de quinta (04).


Ela chegou antes e o marido, logo depois. Vizinhos afirmaram que ouviram uma discussão e, cerca de 20m após a chegada do homem, ele procurou uma vizinha e pediu que ela ficasse com os filhos do casal, porque havia matado a esposa em razão de uma suposta traição, explica Timossi.


"Foi um crime brutal", afirma o delegado.


Mãe de um casal de filhos crianças, nas redes sociais Jaine mostrava a rotina da família com o esporte e se identificava como "ciclista amadora".


Ela, o marido e os 2 filhos costumavam competir em provas de ciclismo e também faziam passeios e trilhas de bicicleta por diferentes lugares.


De acordo com o Serviço Funerário Municipal, Jaine era dona de casa.


Nas redes sociais ela apontava que estudou Gestão de Recursos Humanos. (G1)


  • Como foi o crime?



De acordo com o delegado responsável pelo caso, Luiz Gustavo Timossi, testemunhas afirmaram que Jaine e o marido tinham saído de casa na noite de quinta-feira (4).


Ela chegou antes e o marido, logo depois.


Vizinhos afirmaram que ouviram uma discussão e, cerca de 20 minutos após a chegada do homem, ele procurou uma vizinha e pediu que ela ficasse com os filhos do casal, porque havia matado a esposa em razão de uma suposta traição, explica Timossi.


O que o suspeito postou nas redes sociais?


Uma postagem assinada pelo homem foi feita em uma rede social da vítima, afirmando que, na noite de quinta-feira (4), Jaine disse que ia à casa de uma amiga, mas que o homem descobriu que ela estava em um motel.


Horas antes, a jovem fez publicações temporárias de fotos de um jantar com uma amiga.


  • NOVIDADES PARA VC:

Siga o nosso canal "Notícias Guariba" no WhatsApp pelo link abaixo:









コメント


bottom of page