top of page

Marcella Christiane Rosa de 35 anos é morta pelo namorado na frente da sogra

BARBARIDADE - PM é morta pelo namorado na frente da sogra



A policial militar Marcella Christiane Rosa, de 35 anos, foi vítima de um suposto feminicídio na manhã desta segunda-feira (24), em Cândido Abreu, nos Campos Gerais do Paraná.


A agente trabalhou em Ponta Grossa até o final do ano passado.


Desde então, ela era lotada no Hospital da Polícia Militar do Paraná, em Curitiba.


O crime aconteceu por volta das 10h, na avenida Paraná. Informações iniciais indicam que Marcella e o namorado, de 27 anos, foram visitar a mãe dele em Cândido de Abreu.


Segundo a Polícia Militar (PM), já na residência, o homem teria mat4do a policial com disparos de arma de fogo e, em seguida, tirado a própria vida com um tir0 na cabeça.


A mãe do suspeito teria presenciado o crime, sofrido um mal súbito e falecido no portão da residência.



Conforme as informações da PM, “a equipe se deparou com três pessoas em óbito, sendo uma policial militar (35) com dois disparos de arma de fogo; o namorado dela (27) com um disparo de arma de fogo, ele portava em uma das mãos uma arma da corporação, sob cautela da policial.


E do lado externo da residência, foi localizado o corpo da sogra (49) da policial militar, sem marcas de violência”, diz a nota.


Além disso, a Polícia Militar explica a soldado estava na corporação desde 11 de novembro de 2013, “trabalho no 1º Batalhão de Polícia Militar (1º B.P.M.) de Ponta Grossa.


De acordo com o tenente Diego, da PM de Cândido de Abreu, após perícia, foi constatado que uma das vítimas era a policial militar Marcella Christiane Rosa.


A Polícia Científica e o Instituto Médico Legal (IML) estiveram no local para recolher os corpos das vítimas.


A Polícia Civil de Cândido de Abreu irá investigar o caso.




Comments


bottom of page