top of page

Menino de 4 anos morre em UPA, a Criança tinha sintomas de dengue mas recebeu antibiótico para inflamação na garganta

Menino de 4 anos morre em UPA da Zona Leste de SP; família aponta demora e falha no atendimento médico


Criança tinha sintomas de dengue, mas recebeu antibiótico para inflamação na garganta.


Quadro piorou e teste só foi feito após retorno à unidade.


Garoto recebeu medicamento na veia e faleceu logo depois.


Caso foi registrado no 64°DP.


Uma criança autista de quatro anos morreu na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Ermelino Matarazzo, na Zona Leste de São Paulo, na noite desta quinta-feira (2).


A família acusa a unidade de demora e falhas.


Ele foi levado três vezes ao local.


Em todas, apesar de ser paciente prioritário, ficou mais de cinco horas para conseguir atendimento.


De acordo com parentes, o menino foi levado ao PS com sintomas de dengue, mas nenhum exame foi realizado na primeira vez.


Ele foi diagnosticado por uma médica com inflamação na garganta, que prescreveu o uso de antibiótico.

O quadro se agravou e a família procurou novamente a UPA.


Desta vez, foi feito o teste e ele positivou para a dengue.


A criança recebeu uma medicação venosa e começou a passar mal.


Os pais relataram à TV Globo que começaram a notar que o filho estava ficando roxo e correram em busca de um médico.


O profissional encontrado, porém, disse que não poderia ajudar pois estava atendendo outro paciente.


Depois do ocorrido, os pais notaram que Heitor estava começando a fechar os olhos e, com isso, invadiram uma sala médica dizendo que o filho estava morrendo.


Pelo menos cinco médicos correram para tentar salvar o menino, mas não conseguiram e a criança morreu.


A família registrou boletim de ocorrência no 64º DP.


Em nota, a prefeitura se diz indignada com o caso e que vai fazer uma investigação rigorosa sobre o atendimento prestado ao menino.


No texto, a gestão municipal lamenta e diz que seque à disposição da família.




Comments


bottom of page