top of page

Menino de 6 anos que estava desaparecido desde sábado (27), foi encontrado morto, o corpo estava cortado e queimado.

O corpo de um menino venezuelano, de 6 anos, que estava desaparecido desde sábado (27), foi encontrado em estado de decomposição, na tarde desta quarta-feira (31), na Rua Ipê Roxo, na região de Parelheiros, na Zona Sul de São Paulo.


Segundo a polícia, o tio da criança afirmou, em depoimento no dia 29, que Keiner Geremias Caraballo Marcano estava brincando com outras crianças em um campo de futebol perto de casa, por volta das 16h do dia 27, quando a avó foi procurá-lo e não o encontrou.


O mesmo tio contou que, no dia do desaparecimento, chegou por volta das 17h do trabalho e teria esperado até as 20h para supostamente aguardar a vítima, quando começou a alertar os vizinhos sobre o sumiço.


De acordo com a Secretaria da Segurança Pública (SSP), o caso é investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e exames periciais foram solicitados para definir a causa da morte.


Duas testemunhas foram encaminhadas ao departamento para prestarem depoimentos nesta tarde.


"Demais detalhes serão preservados para garantir autonomia aos trabalhos policiais", disse a pasta.


Moradores da região chegaram a entregar à polícia uma imagem de câmera de segurança e apontar que uma família da região foi vista colocando um saco preto em um carro.


No entanto, o tio contou aos policiais que o material era formado por instrumentos de pesca.


A Polícia Civil pediu apoio do Canil da GCM para o caso e as cadelas andaram por terrenos da área até localizarem odores cadavéricos na região.


O corpo do menino foi identificado por volta das 14h.


A vítima estava com o corpo cortado e queimado.


Até as 19h30 desta quarta-feira ninguém tinha sido preso pelo crime.


A família chegou a divulgar o caso nas redes sociais com foto e informações sobre a última roupa que a vítima usava.




Comentários


bottom of page