top of page

Mulher de 33 anos se queima ao fritar ovo e morre 10 dias depois, imagens fortes dentro da matéria

Uma mulher de 33 anos morreu nesta segunda-feira (26) após ficar 10 dias internada na Unidade de Tratamento de Queimaduras (UTQ) da Santa Casa de Misericórdia de Limeira, no interior de SP.


Elisângela Oliveira de Jesus, que é de Rio Claro (SP), sofreu graves queimaduras enquanto fritava um ovo.


O acidente aconteceu no dia 16 de fevereiro.


Elisângela colocou uma frigideira com óleo para esquentar no fogão e quebrou um ovo em um copo para ver se o alimento não estava estragado.


O copo tinha água, e ela não percebeu.


Ao despejar o ovo com a água na frigideira com óleo, as chamas subiram e atingiram parte do rosto dela, a camiseta e o sutiã de amamentação que ela usava.


Elisângela tinha uma filha de um ano.


Mulher morre depois de acidente com óleo quente em Rio Claro


O marido de Elisângela, Régis Cândido, tentou apagar as chamas e sofreu queimaduras nas mãos. 


Veja imagem forte abaixo.


A mulher foi levada para a Santa Casa de Rio Claro e depois transferida para o hospital de Limeira, que é especializado em queimados.


Ela passaria por uma cirurgia nesta segunda, mas sofreu uma parada cardiorrespiratória e morreu.


O corpo de Elisângela será sepultado no Cemitério de Itirapina, às 17h.


  • Campanha

Durante a internação da mulher, uma corrente de solidariedade foi criada para ajudar o esposo e a filha de Elisângela.


Como o casal mora de aluguel e tem uma filha pequena, uma campanha busca arrecadar recursos para ajudar o viúvo. Para ajudar, basta procurar Régis Cândido nas redes sociais.


Acompanhe as Noticias Guariba pela pagina do Facebook pelo link abaixo:




Comments


bottom of page