top of page

Professora de 38 anos e os seus dois filhos de 13 e 20 anos são mortos pelo seu companheiro

Uma professora e seus dois filhos foram mortos a tiros dentro de casa em Apiaí, no interior de São Paulo.


O caso ocorreu na Rua Joaquim Fogaça de Oliveira, no bairro Jardim Araucária, na noite de quinta-feira (16).


Conforme apurado pelo g1 nesta sexta-feira (17), o companheiro da mulher, de 38 anos, é o principal suspeito e fugiu após o crime.


Ele é policial militar e trabalha no Corpo de Bombeiros.


O caso ocorreu na Rua Joaquim Fogaça de Oliveira, no bairro Jardim Araucária. De acordo com a Polícia Civil, o suspeito invadiu a casa de Josilene Rosa, de 39 anos, e disparou pelo menos sete vezes, acertando a mulher e seus filhos, Arthur, de 13 anos, e Gabriel, de 20.


Os três morreram e o atirador fugiu de carro. Durante a fuga, ele bateu o veículo em um guard rail na Rodovia Sebastião Ferraz de Camargo Penteado (SP-250), próximo a Guapiara (SP).


O automóvel foi localizado por policiais, mas o homem continua foragido.


Segundo a Polícia Civil, a suspeita é que o bombeiro cometeu os assassinatos por não aceitar o possível fim do relacionamento. Isso porque, horas antes do crime, o casal teve uma discussão em que Josilene afirmou que haviam terminado.


Conforme apurado pelo g1, a escola onde a vítima era professora decretou luto e suspendeu as aulas nesta sexta-feira (17).


"É com profunda dor e pesar que comunicamos o falecimento da professora Josilene, nossa amiga e companheira de equipe", diz a nota publicada pela escola Profª Elisa dos Santos nas redes sociais.


Procurada pela reportagem, a Prefeitura de Apiaí não se manifestou até a publicação desta matéria.


Via G1 Santos e Região.


Aos familiares e amigos nossos mais profundos e sinceros sentimentos



  • Acompanhe também as noticias Guariba pelo grupo do WhataAPP, basta clicar no link abaixo

Комментарии


bottom of page