top of page

Mulher de 45 anos provoca quebra - quebra no Pronto Socorro, agride enfermeira e funcionários.

Mulher provoca quebra no Pronto Socorro, agride enfermeira e funcionários.


Fonte: Matão urgente


06 de maio de 2024

Uma mulher de 45 anos teria se alterado emocionalmente, jogando computador, cadeiras e outros objetos no chão, agrediu funcionários e ainda teria tentado golpear a enfermeira com grampo de cabelo.


O marido, de 61 anos, também teria desferido socos e chutes na profissional.


O cabo Márcio e soldado Jéssica estavam em atendimento de um boletim de ocorrência de tentativa de suicídio no Pronto Socorro do Hospital Carlos Fernando Malzoni.


Quando encerraram, se preparavam para retornar ao patrulhamento e foram acionados por uma funcionária do Hospital declarando que uma mulher estaria em surto, quebrando tudo na sala de triagem. 


Quando chegamos na sala, notaram que a mulher estava totalmente alterada e contida por funcionários e levada para o setor de medicação. 


Na sala, jogados no chão, equipamentos, computador, impressora, monitor de aferição de sinais vitais e cadeiras. 


Quando era medicada pela enfermeira de 24 anos, a mulher se levantou e começou a rasgar as fichas, além de agredir a atendente, também quebrando os equipamentos da sala de triagem.


Um auxiliar de enfermagem, de 21 anos, disse que estava no corredor, escutou gritos vindo da sala de triagem, rapidamente foi ver o que estava acontecendo, quando se deparou com a paciente agredindo a enfermeira. 


Ela tentou segurar, mas ela se soltou, retirou um grampo do cabelo e partiu para cima da enfermeira.


Ele foi atrás e a segurou, mas o marido dela surgiu por trás e deu socos em suas costas e chutes nas pernas. 


Detido, o casal foi medicado e depois apresentado ao investigador Toninho, que cientificou o delegado de plantão na Delegacia, Alexandro dos Santos de Lima.


A autoridade da Polícia Civil determinou que fosse acionada a Polícia Científica para realização a perícia técnica.


Comentarios


bottom of page