top of page

Mulher de 50 anos foi morta pelo marido no sítio onde viviam porque ela não fez almoço para ele

Uma mulher de 50 anos foi morta pelo marido no sítio onde viviam, em Santo Antônio da Alegria (SP).

À polícia, o homem, de 53 anos, confessou o crime e disse que foi motivado porque ela teria se recusado a fazer o almoço.


O caso aconteceu por volta das 16h10 de quarta-feira (1º).


De acordo com a PM, uma viatura foi acionada para atender a ocorrência e quando os policiais chegaram ao local, encontraram o suspeito, Reginaldo Martins da Silva, com uma arma.


A vítima, Clarice Marciano da Silva, já tinha sido socorrida por uma ambulância, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.


Reginaldo foi preso em flagrante.


A defesa dele disse que vai pedir a prisão domiciliar na Justiça, porque o suspeito precisa de atendimento médico por conta de um problema neurológico.


Antes de ser encaminhado à cadeia, Reginaldo passou por atendimento médico, por conta de ferimentos no corpo.


Segundo ele, os hematomas foram causados por conta de uma briga com a mulher.


No sítio onde ocorreu o crime, policiais encontraram cartuchos de munição calibre .36, pólvora e uma espingarda.


Todos os materiais foram apreendidos. (G1)

Comments


bottom of page