top of page

Nota de Falecimento de Pedro Cordeiro, conhecido como Pedroca/17 anos

Morre Pedro Cordeiro, o Pedroca, que convivia há 17 anos com doença rara


Pedro Cordeiro, mais conhecido como Pedroca, morreu aos 17 anos nesta sexta-feira (16) em Uberlândia.


Ele tinha uma doença rara, a Síndrome de Aicardi-Goutières (SAG) e, segundo a família, estava em cuidados paliativos.


O velório tem início às 22 horas desta sexta na Funerária Angelo Cunha, que fica na Rua Pedro Bernardo, nº 252, no Centro de Uberlândia.


O enterro ocorreu no sábado (16) às 17h30, no Cemitério São Pedro.


Pedroca era conhecido por ter inspirado livros, participado de corridas, festivais de dança e, mais recentemente, desfilado no Carnaval.


A mãe de Pedro, Karolina Cordeiro, é ativista e profissional da inclusão de Pessoas com Deficiência (PCD) e fundadora da Projeto Angel Hair, responsável por criar cartilhas de atendimento a pessoas com deficiência em Minas Gerais e diversas outras ações em prol da equidade.


Síndrome de Aicardi-Goutières (SAG)


Karolina descobriu o diagnóstico de Síndrome de Aicardi-Goutières (SAG), uma doença raríssima que impede os movimentos, quando Pedro tinha 3 anos.


Na época, a médica informou que a criança tinha uma expectativa de vida de dois anos.


Contudo, Karolina prometeu ao filho que, independentemente do tempo, faria dele a criança mais feliz do mundo.


Em entrevista ao g1 em 2014, Karolina contou que olhava para Pedro e via um filho como uma criança igual a todas.



Acompanhe as Noticias Guariba pela pagina do Facebook pelo link abaixo:

Comentarios


bottom of page