top of page

Pai de 24 anos, mãe de 23 anos e bebê de 7 meses foram executados em ataque dentro do veiculo.

Parentes de família morta em Niterói dizem não ter dinheiro para o enterro: 'Não sabemos o que fazer e para onde levar', diz tio


Filipe Rodrigues, Rayssa Santos e Miguel Filipe dos Santos Rodrigues estavam parados em um Voyage branco quando criminosos em uma moto emparelharam e abriram fogo.


Crime foi na noite de domingo (17).


Parentes da técnica de enfermagem Rayssa dos Santos Ferreira, de 23 anos, que morreu junto com o marido e o filho de colo num ataque a tiros no carro onde estavam, no fim da noite deste domingo (17), em Niterói, revelaram a amigos que não têm dinheiro para o enterro.


Foi aberta uma vaquinha para arrecadar fundos.


Liberados pela perícia nesta segunda (18), os corpos de Rayssa e do marido, o gesseiro Filipe Rodrigues, de 24, estão no Instituto-Médico Legal (IML) de Niterói. Já de Miguel Filipe dos Santos Rodrigues, de apenas 7 meses, está no IML de Tribobó, em São Gonçalo.


"Os corpos já estão liberados. Mas, não sabemos o que fazer e para onde levar, já que não temos dinheiro para enterrá-los", disse Leonardo Murta, tio de Rayssa.

Na manhã desta terça (19), os familiares de Rayssa e de Filipe tentarão três gratuidades para que os corpos sejam sepultados.


Enquanto isso, a polícia tenta entender o que motivou o triplo homicídio.


Uma das linhas de investigação é de que a família pode ter sido assassinada por uma dívida de R$ 5 mil.


Como foi o ataque


As três vítimas estavam em um Voyage branco alugado de uma locadora quando, em frente a um ponto de ônibus na Estrada Bento Pestana, no bairro Baldeador, em Niterói, dois criminosos em uma moto emparelharam e abriram fogo.


Segundo testemunhas, Rayssa estava no banco de trás e ainda tentou proteger o filho.


O bebê ficou com uma bala alojada na cabeça e teve uma fratura na perna.


Moradores o levaram para o Hospital Municipal Getúlio Vargas Filho (Getulinho).


Diante da complexidade do quadro, médicos decidiram transferi-lo para o Hospital Estadual Alberto Torres, onde passou por cirurgia.


Às 5h08 desta segunda-feira, porém, o menino teve 2 paradas cardiorrespiratórias e morreu.


O Voyage MPI onde as vítimas estavam é da locadora Movida e está registrado no Detran-SP.


Segundo a documentação do veículo, o carro é do Município de São Paulo.


Segundo parentes, a família era de São Gonçalo, e Filipe teria alugado o carro há pouco tempo para trabalhar como motorista de aplicativo.


Casas, carros e muros da vizinhança onde ocorreu o ataque ficaram com marcas de tiros.




OBS: EU JOÃO PACHARRA DIRETOR E FUNDADOR DO NOTICIAS GUARIBA, JÁ ESTOU FAZENDO DECLARAÇÃO DE IMPOSTO DE RENDA, FAÇO DECLARAÇÃO DESDE ANO 1982, SOU FORMADO EM TÉCNICO DE CONTABILIDADE.



  • CONVITE ESPECIAL PARA VOCE E INFORMAÇÕES:


  • Noticias Guariba a partir de hoje está com um canal, para ter acesso mais rapido nas noticias basta entrar no convite do canal acessar canal clicando na foto abaixo.


  • Acompanhe as Noticias Guariba pela pagina do Facebook pelo link abaixo:

Comments


bottom of page