top of page

Torcida do Corinthians faz protesto em São Paulo, veja o video.



Tanto dentro como fora dos gramados, o Corinthians atravessa um momento de tensão — e esta sexta-feira não foi diferente.



Foto da Torcida Fiel Guariba em 2013.

A Gaviões da Fiel, principal torcida organizada do Timão, esteve em frente ao Parque São Jorge para protestar contra a diretoria do clube, hoje chefiada pelo presidente Augusto Melo, que conversou com os torcedores presentes.


Membros da Gaviões da Fiel e mais torcedores marcaram presença no protesto e se queixaram muito da administração atual corintiana.


O movimento, que teve início às 19h10 (de Brasília), se concentrou na porta da sede social do clube e trouxe um tom de cobrança forte para Augusto Melo.


Para deixar clara toda sua insatisfação com a diretoria, a Gaviões de Fiel expôs diversas faixas e cartazes, que trouxeram frases como: "Devolve o Coringão pro Povão", "Punição aos causadores das dívidas", "Augusto chega de amadorismo" e "Augusto, presta atenção, suas promessas 'virou' obrigação".


Além disso, a torcida também entoou cantos como "Oposição, vai se f***, o

Coringão não precisa de você!"; "Não é mole não, queremos transparência com o nosso Coringão!"; "Bando de c***, tão acabando com a história do Timão!"; além de "Alô Augusto, vai se f***, arruma essa c*** ou eu vou pegar você".



Logo no início do protesto, o presidente da Gaviões da Fiel, Alexandre Pereira (Alê) e outros membros da organização adentraram a sede social do clube e se reuniram com Augusto Melo. Após tal momento, o presidente do clube saiu a público para dar satisfações aos torcedores em meio ao protesto e apresentou um tom forte em seu discurso.


"Rapaziada, eu estou dando a cara para bater aqui como sempre fiz. O que eu estou fazendo aqui é para todos nós corintianos.

Estou largando minha família, minha vida, pelo Corinthians. Nós sabemos que isso aqui está destruído. Nós estamos dando a cara para bater. O que passou, passou. Daqui para frente a responsabilidade é minha. Eu preciso arrumar isso aqui. Mas para arrumar isso aqui eu preciso da ajuda de vocês. Esses caras aqui (oposição) não estão deixando a gente trabalhar. Tudo que eu estou fazendo aqui, tudo que vocês precisarem, eu dou satisfação. (…) Isso aqui está destruído. A gente sabia que ia pegar isso assim, mas está muito maior. Nós estamos aqui para consertar. Eu sou torcedor igual vocês, e preciso da ajuda de vocês".


Contudo, a Gaviões da Fiel não se intimidou e seguiu intimando Augusto Melo. Em entrevista ao jornalistas que estiveram no protesto, Alê afirmou que a torcida está sem paciência com e ressaltou que a organizada protestará quantas vezes for preciso para colocar o Corinthians nos trilhos.


"Ele fala sempre da oposição, estamos de saco cheio disso também, ele é o presidente. Ele precisa dar uma solução, isso que a gente precisa dele. Viemos várias vezes falar com ele, parecia que o Corinthians era o Real Madrid. Era tanta promessa, semana que vem, depois de amanhã... estamos de saco cheio, queremos resultado. Talvez o rumo que ele tenha tomado até aqui não tenha dado certo, está na hora de mudar o rumo, se cercar de pessoas sérias e tocar o braço. Chegamos no limite. Viremos aqui quantas vezes precisar", disse aos jornalistas.



As cobranças em cima da diretoria aumentaram depois da derrota para o Internacional por 1 a 0, na noite da última quarta-feira. Na última quinta-feira, a organizada Camisa 12 também esteve no Parque São Jorge e cobrou pessoalmente não só Augusto Melo, mas também Marcelo Mariano, diretor administrativo do Corinthians.


Em meio ao caos administrativo que o clube vive, o elenco do Corinthians não tem conseguido se blindar. A equipe está afundada na zona de rebaixamento e figura na 18ª posição, com apenas sete pontos conquistados em dez partidas, e não sabe o que é vencer há quatro partidas.




Acompanhe também as noticias Guariba pelo grupo do WhatApp, ou pelo grupo do facebook. basta clicar no link abaixo







Comentarios


bottom of page