top of page

"Atualização" Barco naufraga e mata oito pessoas, veja quem são as vítimas que morreram

Veja quem são as vítimas de barco que naufragou na Bahia


ATUALIZAÇÃO:

Encontrados corpos de criança e homem vítimas do naufrágio na Bahia; número de vítimas sobe para 8


Vítimas foram identificadas como Alicy Maria, de 6 anos, e Vanderson Queiroz, de 42. Corpos foram encontrados próximo à Ilha de Maria Guarda, onde aconteceu festa que passageiros estavam.


Acidente aconteceu em Madre de Deus, na Região Metropolitana de Salvador. Bombeiros procuram desaparecidos.


Quatro passageiros estão internados em estado grave.


Três das seis vítimas do barco que naufragou na noite de domingo (21), na cidade de Madre de Deus, na Região Metropolitana de Salvador, eram da mesma família. Outras três pessoas morreram. Veja abaixo o perfil delas:


Tia e sobrinho morto

Rosimeire Maria Souza Santana, de 59 anos, está entre as vítimas do acidente marítimo. Ela era dona de um quitanda, tipo de mercearia que vende frutas, verduras e legumes, localizada na rua 21 de Abril, no Centro de Madre de Deus.

A mulher estava com o sobrinho, Ryan de Souza Santos, de 22 anos, que também morreu no acidente. Outros dois sobrinhos dela: Alice Maria, de 6 anos, e Vanderson de Queiroz, de 42 anos, continuam desaparecidos.


Morte de amigas


Entre as vítimas que morreram também estão as amigas Flaviane Jesus dos Santos, de 29 anos, e Hayala dos Santos Conselho, de 32 anos.


A segunda foi encontrada por volta de 8h50, na região de Loreto.


Flaviane Jesus trabalhava como operadora de caixa em um supermercado de Madre de Deus há alguns meses.


Na frente do estabelecimento, foi colocado um cartaz com a mensagem de luto.


O pai de Flaviane Jesus era o comandante do barco.


E o neto dele, Jonathan Miguel Santos, de 7 anos, também morreu no naufrágio.


A outra vítima do acidente marítimo foi identificada como Caroline Barbosa de Souza, de 17 anos.

O piloto do abrco foi identificado pela Policia Civil e será ouvido esta segunda-feira (22). Mais cedo, a Marinha do Brasil, tinha informado que a embarcação fazia transporte irregular de passageiros.


O órgão investiga se houve excesso de pessoas no veículo.


Segundo a Marinha, o veículo "Gostosão FF" é inscrito na classe "saveiro", para uso exclusivo em atividades de esporte ou recreio.


Isso significa que o barco não era habilitado para o uso comercial.


Naufrágio


Na noite de domingo (21), o barco saiu da Ilha de Maria Guarda, na Baía de Todos-os-Santos, em direção ao terminal Marítimo de Madre de Deus, que fica a cerca de 2 km de distância.


Antes da metade do caminho, houve uma briga e o veículo naufragou.


Ainda não há informações sobre quantas pessoas estavam, de fato, na embarcação, que comportava 10 passageiros e um tripulante.


Segundo a Marinha do Brasil, as vítimas que morreram são cinco adultos e uma criança.


  • Ryan Kevellyn de Souza Santos, de 22 anos;

  • Flaviane Jesus dos Santos, de 29 anos;

  • Jonathan Miguel de Jesus Santos, de 7 anos;

  • Caroline Barbosa de Souza, de 17 anos;

  • Rosimeire Maria Souza Santana, de 59 anos;

  • Hayala dos Santos Conselho, de 32 anos.


Outras seis pessoas foram levadas para o Hospital Municipal de Madre Deus. Duas já tiveram alta, três foram levadas para Salvador e uma para Lauro de Freitas. Veja abaixo quem são as vítimas feridas:


  • Um menino de 6 anos está internado na UTI pediátrica do Hospital Roberto Santos, em Salvador;

  • Uma menina de 1 ano está internada na UTI pediátrica do Hospital do Subúrbio, em Salvador;

  • Uma mulher de 56 anos está internada na UTI do Hospital Municipal de Salvador;

  • Uma idosa de 83 anos, identificada como Maria Estelita dos Santos de Souza, está internada na UTI do Hospital Metropolitano, em Lauro de Freitas.


Além das seis mortes confirmadas, pelo menos uma pessoas está desaparecida.


Uma equipe de Busca e Salvamento (SAR) da Capitania dos Portos da Bahia (CPBA) foi enviada ao local para conduzir as buscas dos possíveis desaparecidos, em conjunto com outros órgãos, além de apurar o ocorrido e coletar informações.


Participam das buscas uma embarcação da Companhia de Polícia de Proteção Ambiental - (COPPA) da Polícia Militar, uma aeronave do Grupamento Aéreo (Graer) e outras embarcações civis.


A Marinha informou que será instaurado um Inquérito sobre Acidentes e Fatos da Navegação (IAFN) pela CPBA, para apurar as causas e circunstâncias do acidente.

Concluído o procedimento, os documentos serão encaminhados ao Tribunal Marítimo.


Comentarios


bottom of page